Governo diz que grande parte dos incêndios são evitáveis - Plataforma Media

Governo diz que grande parte dos incêndios são evitáveis

Secretária de Estado da Administração Interna apela à responsabilidade dos portugueses. Patrícia Gaspar recorda que o uso de fogo em estado de alerta é considerado crime.

Ainda se fazem contas aos prejuízos do incêndio que começou em Oleiros e se alastrou aos concelhos de Proença-a-Nova e Sertã, mas o Governo já aponta para as causas dos fogos. Depois de Eduardo Cabrita ter revelado que no mês de julho se registam 120 incêndios rurais por dia, agora foi a vez de Patrícia Gaspar apelar ao civismo dos portugueses.

Em conferência de imprensa em Oleiros, a secretária de Estado da Administração Interna lembra que os cidadãos têm de adequar os seus comportamentos à época do ano e ao espaço geográfico em que se encontram.

“Podemos ter o melhor dispositivo do mundo, os profissionais empenhados, mas não conseguimos ter um bombeiro atrás de um português. Não é tolerável o uso de fogo junto dos espaços rurais. Grande parte das ocorrências eram evitáveis”, garante.

Patrícia Gaspar vai mais longe e recorda que o uso de fogo em estado de alerta é considerado crime.

O incêndio que começou no sábado no concelho de Oleiros foi considerado dominado esta segunda-feira pelas 8h00. Ainda assim, os operacionais ainda têm bastantes horas de trabalho pela frente, uma vez que o fogo ainda não está completamente resolvido.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter