Abuso sexual de crianças na UE aumentou no confinamento e Bruxelas quer travá-lo - Plataforma Media

Abuso sexual de crianças na UE aumentou no confinamento e Bruxelas quer travá-lo

Estima-se que uma em cada cinco crianças europeias seja vítima de alguma forma de violência sexual.

O isolamento devido à pandemia de covid-19 aumentou o número de casos de abuso sexual de crianças na União Europeia (UE), nomeadamente na internet, informou esta sexta-feira a Comissão Europeia, apresentando medidas para o combater.

“Esta é uma questão muito importante, que tem vindo a aumentar durante a pandemia, [além de que], nos últimos anos, o abuso sexual de crianças tem vindo a crescer exponencialmente”, disse à agência Lusa, em Bruxelas, a comissária europeia dos Assuntos Internos, Ylva Johansson, numa entrevista que será publicada na íntegra no sábado.

Observando que, “durante a pandemia, os pedófilos passavam mais tempo na internet”, a comissária notou que, segundo investigações das autoridades europeias, estes criminosos também “produziram novos vídeos” que iam publicando em redes de pedofilia ‘online’.

Leia mais em TSF

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter