Corrida às vacinas: ainda não existem mas países já gastaram milhões

Corrida às vacinas: ainda não existem mas países já gastaram milhões para as ter

Governo de Donald Trump já garantiu 100 milhões de doses da vacina ainda da Pfizer/Bionetch que ainda não está autorizada – uma tomada de posição pouco comum num país onde os seguros privados dominam o sistema de saúde. Reino Unido e Comissão Europeia também já avançaram na corrida.

O governo de Donald Trump comprometeu-se na quarta-feira em comprar 100 milhões de doses de uma vacina que ainda não está pronta. Os EUA vão pagar cerca de 1,95 mil milhões de dólares (1,7 mil milhões de euros) por 100 milhões de doses de uma vacina do novo coronavírus, desenvolvida por uma parceria germano-americana das empresas Biontech e Pfizer.

O acordo faz parte do programa governamental Warp Speed, lançado pelo Presidente Donald Trump, que abrange a compra de várias vacinas, que estão a ser desenvolvidas em simultâneo, contra o novo coronavírus. Tal como outras, esta vacina vai começar em breve os testes clínicos. O secretário de Saúde dos EUA, Alex Azar diz que o contrato coma Biontech e a Pfizer eleva para cinco o número de possíveis vacinas na luta contra a pandemia de covid-19 que estão na mira do Governo norte-americano.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
MundoSociedade

Pfizer e J&J trabalham nas suas vacinas anticovid contra a Ómicron

MundoSociedade

OMS apela a união mundial para melhor combater futuras pandemias

MundoSociedade

Moderna pode desenvolver vacina contra Omicron no início de 2022

MundoPolítica

Ministros da Saúde do G7 reúnem-se de emergência para analisar Ómicron

Assine nossa Newsletter