Estado de calamidade continua até final de julho em 19 freguesias de Lisboa - Plataforma Media

Estado de calamidade continua até final de julho em 19 freguesias de Lisboa

O ministro da Administração Interna Eduardo Cabrita comunicou que tudo vai manter-se como está, pelo menos até 31 de julho. Ainda assim, referiu que a evolução na Área Metropolitana de Lisboa é positiva.

Até 31 de julho continua tudo igual na Área Metropolitana de Lisboa (AML). Nos concelhos da Amadora e de Odivelas todas as freguesias continuam em estado de calamidade, tal como em seis freguesias de Sintra, três de Loures e a freguesia de Santa-Clara, do concelho de Lisboa.

O ministro da Administração Interna remeteu uma nova avaliação para o conselho de ministros, e destacou, no entanto, uma evolução positiva da pandemia nas 19 freguesias da AML. Eduardo Cabrita esteve reunido com os autarcas dos concelhos lisboetas, numa reunião que também contou com o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

Em declarações aos jornalistas, Eduardo Cabrita garante que os surtos em cada concelho estão identificados.

“Esta evolução é globalmente positiva, é caracterizada por uma evolução dos casos que se identificam em cada freguesia, e por uma identificação concreta do conjunto de surtos que se identificam em cada concelho”, adianta.

O governante remeteu para a próxima reunião com os autarcas, na próxima semana, a avaliação das medidas a implementar no decorrer do mês de agosto.

Em debate esteve, igualmente, a preparação do próximo ano letivo. O objetivo do Governo é que as aulas possam ser, sempre que possível, em regime presencial.

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter