Putin adia plano de 400 mil milhões de dólares americanos devido à Covid-19

Putin adia plano de 400 mil milhões de dólares americanos devido à Covid-19

Um ambicioso programa de investimento e desenvolvimento de 400 mil milhões de dólares americanos foi adiado pelo presidente russo Vladimir Putin, culpando o caos económico causado pela pandemia de coronavírus.

“Peço ao governo, com a participação do Conselho de Estado, que ajuste os projetos nacionais a três meses”, disse Putin numa reunião com os seus ministros esta segunda-feira. “Devemos proceder a partir da nova realidade.”

Os projetos deveriam ser concluídos até 2024, mas precisam agora de ajustes porque a Rússia está a “trabalhar em condições de restrição orçamental muito rígidas” devido ao coronavírus, disse o primeiro-ministro Mikhail Mishustin a Putin. “É possível estender os prazos destes projetos para alcançar as metas nacionais mencionadas até 2030.”

Putin fez destes projetos nacionais a peça fulcral do seu programa eleitoral para o quarto mandato, quando ganhou as eleições em 2018. Com os prazos estendidos no tempo, Putin poderá ser reeleito em 2024, sem ter cumprido as suas promessas eleitorais de 2018, após o referendo de 1 de julho e que prevê alterações constitucionais que lhe permitarão governar por mais dois mandatos, até 2036.

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Artigos relacionados
EconomiaMundo

Portugueses muito preocupados com impacto da pandemia na economia e na saúde

EconomiaMundo

Companhia aérea Latam vai demitir 2,7 mil funcionários

EconomiaMundo

Banco de Espanha defende programa urgente de reformas

EconomiaLifestyle

Pandemia é o apocalipse para os restaurantes nos EUA

Assine nossa Newsletter