Justiça condena idosa por chamar criança de ‘negrinho, macaco e orelhudo’ - Plataforma Media

Justiça condena idosa por chamar criança de ‘negrinho, macaco e orelhudo’

Uma idosa foi condenada pela 21ª Vara Criminal de São Paulo a um ano de reclusão, mas cumprirá a pena em regime aberto. A mulher foi enquadrada no crime de injúria racial após chamar um menino, de nove anos, de “negrinho, macaco e orelhudo”, conforme apuração da Folha S. Paulo.

A injúria aconteceu em 2017 na Zona Leste da capital paulista, quando a criança fez uma brincadeira de Carnaval e espirrar espuma no portão da casa da idosa.

Presa em flagrante, a idosa, porém, respondeu ao processo em liberdade. Aos 70 anos, a pena da idosa foi revertida em pagamento de um salário mínimo ao Graacc (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer) e indenização de R$ 950 ao menino.

Leia mais em ISTOÉ

Related posts
Cultura

J Balvin pede desculpas a mulheres e comunidade negra pela 'Perra'

BrasilSociedade

São Paulo lança atendimento móvel para população em situação de rua

BrasilSociedade

Capital paulista vacina pessoas de 24 a 21 anos na próxima semana; veja novo calendário

BrasilChina

Os 11 tiros que abalaram a comunidade chinesa em São Paulo

Assine nossa Newsletter