Lay-off não pode ser um "corte tão significativo" - Plataforma Media

Lay-off não pode ser um “corte tão significativo”

Segundo o ministro da Economia, há 46 mil empresas com pedidos de lay-off renovados que abrangem 353 mil trabalhadores. Pagamentos atingem 130 milhões de euros e estão em “velocidade de cruzeiro”.

O número de pedidos deferidos perla Segurança Social para renovação da medida de apoio à suspensão de contratos e redução da prestação de trabalho, em maio, atinge 46.448, abrangendo 353 mil trabalhadores, avançou esta terça-feira o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, em audição no parlamento.

“As prorrogações de lay-off já chegaram a menos entidades empregadoras. 46 mil entidades empregadoras apresentaram pedidos admissíveis de prorrogação de pedidos de lay-off, abrangendo 353 mil trabalhadores”, informou o ministro no balanço que compara com 99 mil pedidos iniciais em abril, afetando 780 mil trabalhadores.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
MundoSociedade

Covid-19: Bruxelas chega a acordo com Moderna sobre entrega de novas doses

Sociedade

Quarentena já não é obrigatória na Áustria para casos positivos

Sociedade

Estudos apontam mercado de Wuhan na China como início da Covid-19

ChinaMacau

Lei Chan U diz que gestão da pandemia está “desligada da realidade”

Assine nossa Newsletter