Tiananmen. Vigília online vai decorrer no Telegram - Plataforma Media

Tiananmen. Vigília online vai decorrer no Telegram

A vigília pelas vítimas do massacre de Tiananmen vai juntar um máximo de dez pessoas na sede dos deputados Ng Kuok Cheong e Au Kam San, e vai ser transmitida em directo na Internet, mediante inscrição prévia num grupo do Telegram. Foi o que explicaram esta tarde, em conferência de imprensa, os responsáveis da União de Macau para o Desenvolvimento da Democracia que promovem a vigília há 30 anos.

Esta foi a forma encontrada pela União para recordar os acontecimentos de 1989 depois de a polícia ter proibido a vigília e de o tribunal ter confirmado essa decisão.

Na vigília presencial prevista para o Largo do senado, os organizadores estimavam a participação de cerca de 300 pessoas. Agora com a iniciativa remetida para o online, admitem a possibilidade de a divulgação do massacre na praça da capital chinesa poder chegar a 3000 participantes virtuais.

Leia mais em TDM – Rádio Macau.

Artigos relacionados
BrasilSociedade

Impunidade é a principal causa da violência da polícia no Brasil

BrasilDesporto

Ministério Público brasileiro investiga suposta festa de passagem de ano de Neymar

AngolaSociedade

Polícia angolana alerta que festas de fim ano estão proibidas e garante punir quem não cumpre

PortugalSociedade

Portugal é o quinto país da UE com mais polícia

Assine nossa Newsletter