O super iate que é o Titanic da pesquisa oceânica - Plataforma Media

O super iate que é o Titanic da pesquisa oceânica

O REV Ocean é o maior iate do mundo. O dono, o bilionário norueguês Kjell Inge Rokke, que fez a sua fortuna a explorar os oceanos, pretende dar algo em troca: vai convidar 400 cientistas por ano para passarem semanas a bordo a investigar os efeitos das alterações climáticas na vida marinha

O super iate REV Ocean, no valor de 311 milhões de euros, está equipado com os luxos que fazem o gosto de qualquer bilionário: três piscinas e dois heliportos, como conta o artigo do The Times de hoje. Mas o bilionário norueguês Kjell Inge Rokke tem outros planos para o seu super iate e não passam por fazer vida de playboy a bordo.

Kjell, que fez a sua colossal fortuna de 1,5 mil milhões de euros a explorar os oceanos com um negócio de pesca e de petróleo, quer devolver ao planeta parte do que recebeu. Decidiu que o REV Ocean, que está atracado na Noruega, vai cruzar os mares a fazer pesquisa oceânica. E o iate de 182 metros de comprimento está bem apetrechado para o efeito: a bordo tem oito laboratórios e equipamento científico no valor de quase 30 milhões de euros, incluindo um submarino para três pessoas e um robô para recolher amostras da vida marinha nas profundezas do oceano.

O bilionário norueguês vai convidar 400 cientistas marinhos por ano para passarem três a quatro semanas a bordo a estudar como proteger os oceanos das alterações climáticas mas também da acumulação de plástico.

Os cientistas vão ter direito a usar livremente o REV Ocean durante um terço do ano. O super iate, qual Titanic da pesquisa oceânica, vai ser usado para expedições durante outro terço do ano e para viagens privadas no restante tempo para ajudar a financiar a Ciência.

O REV Ocean tem autonomia de combustível para poder ficar por 120 dias no mar sem necessidade de ser reabastecido.

O bilionário Kjell, 61 anos, planeia passar dois meses a bordo com os cientistas e também pretende juntar algumas das expedições científicas que vai financiar.

Kjell começou a sua vida laboral como jovem ajudante num barco de pesca depois de ter desistido da escola na Noruega. Conseguiu reunir uma frota de barcos de pesca e depois dedicou-se à exploração de petróleo no mar. A sua companhia, a Aker Energy, tem uma série de subsidiárias focadas em petróleo e gás.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
Futuro

Objeto encontrado na Via Láctea é algo que os astrónomos nunca viram

MoçambiqueSociedade

Tempestade Tropical Ana provoca pelo menos dois mortos em Moçambique

FuturoLifestyle

Telescópio Webb chega a seu destino, a 1,5 milhão de km da Terra

Lifestyle

Zoo cuida de aves marinhas resgatadas após derramamento de óleo

Assine nossa Newsletter