Com receio, jogadores ingleses recusam treinar - Plataforma Media

Com receio, jogadores ingleses recusam treinar

Kanté foi dispensado pelo Chelsea por temer ser infetado e ter um passado familiar suspeito.

Troy Deeney não voltou por ter um bebé com problemas respiratórios e Danny Rose vê os jogadores estarem a ser tratados como ratos de laboratório.
O medo do contágio por coronavírus está a marcar o regresso aos treinos das equipas inglesas, numa altura em que apesar de ainda não existir uma data confirmada para o regresso do campeonato, é apontado o dia 12 de junho para o retomar da competição. Mas na Premier League existe uma espécie de rebelião de alguns jogadores, que pelos mais diversos motivos estão a rejeitar treinar-se em grupo.

O Chelsea confirmou esta quinta-feira de forma oficial que N”Golo Kanté foi dispensado dos treinos do clube londrino, depois de assumir estar com receio da evolução da pandemia no Reino Unido. Mas não é um caso isolado no país. Também Troy Deeney, capitão do Watford, pediu dispensa dos treinos nesta semana.

Leia mais em Diário de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
AngolaCabo Verde

Pandemia aumenta dívida de África para 70% do PIB

DesportoPortugal

Braga elimina Benfica e está na final da Taça da Liga

BrasilDesporto

À frente de City e PSG, Palmeiras na vice-liderança dos melhores clubes do mundo em 2020

PortugalSociedade

Casos da variante inglesa a "aumentar significativamente" em Portugal

Assine nossa Newsletter