Mil milhões de pessoas podem ficar infetadas em todo o mundo - Plataforma Media

Mil milhões de pessoas podem ficar infetadas em todo o mundo

A única possibilidade de evitar que mil milhões de pessoas em todo o mundo sejam contagiadas pelo coronavírus é dar ajuda urgente aos países mais vulneráveis, alerta hoje o relatório da organização humanitária International Rescue Committee (IRC), noticiado pela BBC.

O relatório é baseado nos dados e modelos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Imperial College London. A estimativa aponta para 500 milhões a mil milhões de pessoas infetadas em todo o mundo.

O mesmo documento aponta para uma previsão de mais de três milhões de mortes com a Covid-19 em dezenas de países instáveis e afetados por conflitos e guerras civis.

Há, por isso, urgência na ajuda financeira e humanitária aos países com economias e sistemas sanitários mais precários, alertam.

“Países frágeis” como o Afeganistão e a Síria precisam de “financiamento urgente” para evitar um surto de Covid-19 de enormes proporções. “Resta-nos uma pequena janela de oportunidade para montar uma resposta robusta”, sublinha o relatório do IRC.

“Estes números servem como uma chamada de atenção”, afirmou à BBC o diretor do IRC, David Miliband.

Até ao momento já se registaram mais de três milhões de casos confirmados em todo o mundo com mais de 200.000 mortes, segundo a Universidade John Hopkins dos Estados Unidos.

Artigos relacionados
BrasilChina

Wuhan volta a detetar coronavírus em carne importada do Brasil

EconomiaMundo

Quais são as cidades mais caras do mundo

MundoSociedade

Coronavírus circula em Itália desde setembro de 2019

MundoSociedade

Rede de tráfico de falsos testes negativos descoberta em França

Assine nossa Newsletter