"Se as coisas correrem mal, temos de dar um passo atrás", assume Costa - Plataforma Media

“Se as coisas correrem mal, temos de dar um passo atrás”, assume Costa

O primeiro-ministro mostrou-se confiante na decisão de terminar o estado de emergência no início de maio, mas lembrou: “Se as coisas correrem mal, temos de dar um passo atrás”.

Costa lembrou que a normalidade só será possível quando houver uma vacina para a Covid-19 e que será necessário adotar medidas de distanciamento social durante muito tempo. Reconheceu ainda que o risco de contágio vai aumentar à medida que for realizado o desconfinamento, sendo preciso manter esse risco sob controlo, de forma a evitar a rutura do Serviço Nacional de Saúde.

Leia mais em Jornal de Notícias

Artigos relacionados
MoçambiquePolítica

Acordo de paz em Moçambique está refém da Junta Militar da Renamo

MundoPolítica

António Guterres pede o fim das armas nucleares

MundoPolítica

Facebook remove vídeo de Trump onde diz que as crianças são "quase imunes" à Covid-19

ChinaHong Kong

Francis Lui apoia adiamento das eleições para o LegCo

Assine nossa Newsletter