Mais de 2000 angolanos retidos em Luanda voltaram à província do Zaire - Plataforma Media

Mais de 2000 angolanos retidos em Luanda voltaram à província do Zaire

O regresso desses cidadãos, entre homens, mulheres e crianças, insere-se no levantamento temporário da cerca sanitária provincial para facilitar o regresso das pessoas às suas zonas de residência, escreve a agência de notícias angolana (Angop).

Segundo o comunicado da Polícia Nacional, esses cidadãos seguiram para os municípios de Mbanza Kongo, Soyo, Cuimba, Nzeto, Tomboco e Nóqui, na província do Zaire.

No mesmo período, de acordo ainda com o comunicado, 940 cidadãos que ficaram retidos no Zaire durante a vigência da primeira fase do Estado de Emergência regressaram ao domicílio, com destaque para a capital do país, Luanda.

Durante a saída e regresso desses cidadãos foram observadas nos postos de controlo algumas medidas, como a medição de temperatura, o registo do destino do passageiro, bem como a apresentação de um documento de identidade nacional.

Artigos relacionados
ChinaSociedade

China permite que estrangeiros com autorização de residência válida retornem sem novo visto

MacauSociedade

Alunos de Macau regressam às aulas a partir de 01 de setembro

AngolaBrasil

Covid-19: Angolanos retidos no Brasil regressarão esta semana

AngolaBrasil

Angolanos retidos no Brasil são de risco e podem vir a morrer de covid-19 no país de Bolsonaro

Assine nossa Newsletter