Sem futebol, nem novela, Brasil dá audiência recorde a um Big Brother muito político - Plataforma Media

Sem futebol, nem novela, Brasil dá audiência recorde a um Big Brother muito político

Big Brother Brasil de ontem deixou claro que se fosse hoje [Fernando] Haddad seria eleito. Melhor [Jair] Bolsonaro baixar a bola”, escreveu no Twitter o jornalista Guga Noblat. A frase resume aquilo em que se tornou o programa da TV Globo, conhecido no país pelas iniciais BBB, em 2020: uma versão virtual da polarização política brasileira desde o impeachment de Dilma Rousseff em 2016.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
Lifestyle

Atrizes de 'Sex and the City' deverão faturar 1 milhão de US$ por episódio da série

CulturaMundo

Big Brother nos EUA deverá ter metade dos participantes negros ou indígenas

BrasilLifestyle

Há 70 anos, a TV chegava ao Brasil com muito improviso e aparelhos contrabandeados

BrasilPolítica

Ela chamou o presidente do Brasil de "Fora Bolsonaro" em TV de Portugal e faz sucesso nas redes

Assine nossa Newsletter