“Uma forma de promover a comunicação cultural” - Plataforma Media

“Uma forma de promover a comunicação cultural”

“É uma ótima oportunidade para juntar diferentes pessoas de diferentes culturas” diz Billy Hui sobre a peça que junta amantes do teatro em Macau.

– O que pode o público macaense esperar da apresentação do grupo Hiu Kok?

Billy Hui – Esta peça resulta da cooperação de dois grupos: Hiu Kok Theatre e ArtFusion. E tem três encenadores: eu (China), Laura Nyogeri (Portugal), e Fernando Sales Lopes. Esta é a terceira vez que o Hiu Kok colabora com encenadores portugueses e esperamos que o público possa ver como culturas diferentes se podem juntar e mostrar um lado diferente da representação.

– Qual é a mensagem que pretende transmitir com esta peça?

B.H. – Devido ao convite da Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa, tentámos encontrar um guião que possuísse um aspeto de intercâmbio cultural, e finalmente escolhemos um guião da autoria de um escritor de Hong Kong, Anthony Chan. É uma fábula simples, mas possui um significado universal. Fala de dois bons amigos que jogam um jogo chamado “Uma Linha”. Este jogo consiste em desenhar uma linha no chão para depois cada um dos jogadores tentar enganar o adversário e passar a linha. No começo é um jogo divertido, mas no final, devido às trapacices e à perda de confiança, ambos se odeiam, tornando-se numa tragédia. No original, trata-se de uma peça para atores chineses. Agora juntamos atores chineses e lusófonos, para mostrar que a comunicação se perde se não houver confiança entre amigos. É preciso colocar de lado a “face” e usar o coração para lidar com as pessoas, caso contrário o mundo tornar-se-á num lugar infeliz e cheio de ódio.

– Qual a importância de convidar companhias de teatro lusófonas para Macau?

B.H. – A junção de diferentes culturas pode expandir as mentes e os pontos de vista dos artistas e do público, é muito importante para o desenvolvimento das artes.

– Acha que o teatro poderá um dia desenvolver-se em Macau?

B.H. – O teatro português (drama) não é popular em Macau. É uma pena que depois de centenas de anos de cultura portuguesa enraizada em Macau haja uma falta de desenvolvimento do teatro português. Mesmo agora, Macau não possui um grupo de teatro lusófono que possa produzir continuamente as suas peças. Espero que possamos ter mais atividades como esta Semana Cultural para inspirar e incentivar mais pessoas a juntarem-se e promoverem o teatro.

Por outro lado, o teatro em cantonês é muito popular em Macau. No ano passado houve quase 200 peças nos palcos macaenses, e alguns jovens foram estudar para escolas de teatro no estrangeiro para se tornarem atores, encenadores ou profissionais dos bastidores.

– Porque é que o teatro ocidental não é desenvolvido?

B.H. – Um dos grandes problemas é a falta de espaços de teatro. O Centro Cultural de Macau é o local mais procurado para os espetáculos, as reservas estão muito cheias e é difícil lidar com muitos grupos de teatro em Macau. Atualmente, alguns grupos de teatro querem tornar-se mais profissionais e realizar mais espetáculos, mas a falta de teatros é um problema que atrasa o seu desenvolvimento.

– O teatro português pode ser uma inspiração para os atores e escritores macaenses?

B.H. – Sim. Portugal é um país histórico e possui uma ligação inquebrável com Macau. Seria uma inspiração poder ter duas culturas diferentes a colaborar e, por fim, ou muitos anos mais tarde, poder desenvolver uma nova forma especial com estes dois tipos de cultura. Seria algo de muito importante para Macau e Portugal.

– Como pode o teatro ajudar os países de língua chinesa e portuguesa a conhecerem-se melhor?

B.H. – O teatro é um trabalho de equipa. Todos se devem entender mutuamente numa peça, é uma ótima oportunidade para juntar diferentes pessoas de diferentes culturas com um objetivo comum: conhecermo-nos melhor. E, quando os artistas chineses e portugueses discutirem e analisarem o guião, devem receber ambas as opiniões e entender melhor a cultura um do outro. Já é uma forma de promover a comunicação cultural.

16 DE OUTUBRO 2015

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
Opinião

Liberalismo selvagem

Opinião

A Carne De Porco É Cara? Criemos Porcos!

Opinião

Pedido de Compensação Americano Terá Lugar Amanhã

Opinião

O caminho da montanha

Assine nossa Newsletter