COREIA DO NORTE COM 150 ATLETAS EM INCHEON - Plataforma Media

COREIA DO NORTE COM 150 ATLETAS EM INCHEON

 

A Coreia do Norte enviou aos Jogos Asiáticos de Incheon uma delegação de 273 pessoas, incluindo 150 atletas, nomeadamente 38 de futebol, 12 de ginástica, dez de judo, dez de ténis de mesa, 12 de levantamento de pesos, nove de luta livre, oito de tiro com arco, nove de tiro e sete de boxe.

O país levou para casa em 2010 seis medalhas de ouro e este ano quer integrar o top dez de medalhas. Pyongyang costuma recompensar os seus melhores atletas com apartamentos, carros e dinheiro por elevarem a imagem do país no exterior.

A Coreia do Norte participa neste evento multidesportivo desde 1974 e esta é a 9.ª vez que envia atletas à competição, tendo a sua participação ficado marcada por vários incidentes e polémicas. Em 2002, por exemplo, quando a Coreia do Norte participou pela primeira vez num evento internacional no Sul desde a divisão da Coreia, os atletas de tiro norte-coreanos foram parados na fronteira por transportarem cerca de 40 mil cartuchos de munição e foi pedido a Seul que enchesse os tanques de combustível de um comboio para que a delegação norte-coreana pudesse regressar a casa.

Este ano, as bandeiras dos 45 países participantes nos Jogos Asiáticos foram retiradas das ruas de Incheon depois de protestos contra o hastear da bandeira da Coreia do Norte.

A famosa claque feminina norte-coreana, com 350 mulheres, não vai este ano aos Jogos Asiáticos por Seul ter pedido a Pyongyang para pagar a sua estadia.

Jornalistas norte-coreanos que estão em Incheon a fazer a cobertura dos Jogos Asiáticos têm de enviar as suas histórias através de fax, por o seu acesso à Internet estar restringido na Coreia do Sul. O Governo sul-coreano indicou que os media norte-coreanos não vão ter acesso especial às páginas do seu país, que estão bloqueadas no Sul.

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter